sexta-feira, 9 de junho de 2017

Governador e Embaixador da Coreia discutem investimentos para o RN

china agora
Após a confirmação da vinda da empresa chinesa Chint para o Rio Grande do Norte, o Estado pode receber mais investimentos do continente asiático. Na manhã desta sexta-feira (09), o governador Robinson Faria recebeu o embaixador da República da Coreia, Jeong Gwan Lee e comitiva para discutir possíveis parcerias e investimentos para o estado potiguar.
Durante a reunião, Robinson Faria apresentou potencialidades do RN e as áreas que se destacam na economia do país. “Essa é a primeira vez que o Estado recebe representantes da República da Coreia. Mostramos para eles os números e informações que demonstram que o Rio Grande do Norte está em constante desenvolvimento. Somos os maiores produtores do país na área de fruticultura e energia eólica, além de ter uma posição geográfica favorável e porta de entrada para a Europa”, contou o governador.
Ele ainda disse que o estado oferece um campo jurídico seguro para receber novos investimentos. “Temos uma legislação ágil, transparente, programas que beneficiam as indústrias, como o Proadi e o ‘RN Gás +’ e rapidez na emissão de licenças ambientais”, descreveu.
O governador também citou o crescimento do turismo no RN e a abertura nos próximos meses do Terminal Pesqueiro, que será administrado pela iniciativa privada.
O Embaixador da República da Coreia afirmou que levará as informações aos empresários locais para discutir possíveis parcerias e investimentos no RN. “Um de nossos maiores interesses é na área de energias renováveis e sabendo da força e destaque que o Rio Grande do Norte tem nesse setor, vamos sugerir aos empresários coreanos que visitem o Estado”, informou Jeong Gwan Lee, acrescentando que ficou “impressionado com as belezas naturais potiguares, principalmente Ponta Negra e Pipa”.
Participaram do encontro os secretários de Estado do Desenvolvimento Econômico, Flávio Azevedo; do Turismo, Ruy Gaspar; o diretor geral do Idema, Rondinelle Oliveira e o diretor da Potigás, Carlos Alberto Santos.

Ministério Público denuncia prefeito de Natal por captação indevida de tributos

IMG_4957
O Ministério Público do Rio Grande do Norte apresentou denúncia contra o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Nunes Alves, pela captação indevida de tributos. De acordo com a denúncia, nos anos de 2015 e 2016, o prefeito teria captado tributos que somente seriam devidos nos anos subsequentes, 2016 e 2017, respectivamente.
A denúncia foi oferecida ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte pelo Procurador-Geral de Justiça, Rinaldo Reis Lima. A antecipação teve como objeto o IPTU, a Taxa de Lixo, a COSIP e a TSD (Taxa sobre Serviços Diversos), e resultou na arrecadação de cerca de R$ 46 milhões em dezembro de 2015 e de, aproximadamente, R$ 56 milhões, no último mês de 2016.

Defesa de Dilma afirma que TSE extrapolou objeto da denúncia ao ouvir delatores

O advogado Flávio Caetano, que defende a ex-presidente Dilma Rousseff no âmbito processo no Tribunal Superior Eleitoral contra a chapa vitoriosa em 2014, afirmou, nesta quinta-feira, 8, que as acusações do PSDB, autor da ação, são ‘infundadas’ e que houve ‘inaceitável e ilegal extrapolação do objeto’ por parte do relator, Herman Bejnamin, ao ouvir delatores da Odebrecht e os marqueteiros do PT Mônica Moura e João Santana.
Desde terça-feira, 6, os ministros do TSE julgam a chapa Dilma Rousseff-Michel Temer, que pode afastar o presidente da República.
DB0D_sBVYAEF99L

Zenaide Maia cumpre agenda no Alto Oeste Potiguar a partir desta sexta

A agenda da deputada federal Zenaide Maia neste fim de semana tem como prioridade a região do Alto Oeste nesta sexta-feira (09) pelo município de Pau dos Ferros. A visita terá início pelo IFRN, a partir das 10h30. Zenaide Maia, que tem a saúde e a educação como áreas primordiais do seu mandato, destinou uma Emenda de R$ 2 milhões para beneficiar a instituição em todo o Estado. “Acredito que investir na educação seja um bem para toda vida”, argumenta da deputada.
Seguindo a agenda em Pau dos Ferros, a deputada deverá visitar o Hospital Nelson Maia e dar entrevista para Rádio Obelisco FM. No sábado, Zenaide Maia terá compromisso com lideranças de Riacho de Santana e depois prestigia evento em José da Penha a convite do vereador Chico Rozendo.

Lindinho é o novo líder do PT

O senador Lindbergh Farias (RJ) é o novo líder do Partido dos Trabalhadores (PT) na Casa. O comunicado foi feito no Plenário do Senado, nesta quinta-feira (8), pela senadora Gleisi Hoffmann (PR), que deixa o posto para assumir a presidência nacional do partido.
– O senador Lindbergh já é uma liderança destacada do partido. Então, fico feliz em indicá-lo e desejar muito sucesso nas batalhas aqui travadas, com resultados para o povo brasileiro – declarou Gleisi.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Justiça afasta Ricardo Motta do mandato parlamentar por 180 dias

Resultado de imagem para deputado ricardo motta
O desembargador Glauber Rêgo, do Tribunal de Justiça do RN, determinou o afastamento do mandato do deputado estadual Ricardo Motta pelo prazo de 180 dias.
A suspensão do parlamentar do exercício do cargo eletivo é o deferimento de pedido feito pelo Ministério Público Estadual.
Conforme a decisão, o deputado fica proibido durante este período de utilizar os serviços fornecidos pela Assembleia Legislativa, embora sem prejuízo de sua remuneração. Ele também está proibido de acessar e frequentar as dependências da Assembleia Legislativa; de manter contato com testemunhas de acusação e com os colaboradores que firmaram acordo com o MP e, ainda, de se ausentar da Comarca de Natal por período superior a 15 dias sem informar à Justiça.

Bolsonaro diz que seus apoiadores “não são movidos a pão com mortadela”

bolsonaro noa
Ao desembarcar no Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante (RN), na tarde desta quinta-feira 8, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) agradeceu a presença de simpatizantes e frisou que seus apoiadores não são movidos a pão com mortadela”.
Não somos movidos a pão com mortadela. O combustível é a fé em Deus, a confiança mútua, a responsabilidade com o futuro do Brasil, o amor à pátria e o grito de Brasil acima de tudo”, afirmou o parlamentar, que incitou os correligionários, que gritavam “eu vim de graça”.
Com um discurso nacionalista, Bolsonaro enalteceu que eles não dividirão o Brasil”, em um recado à oposição, sobretudo ao ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT). “Eu não estou em Natal, não estou no Rio Grande do Norte nem no Nordeste. Eu estou no Brasil. Isso aqui é uma só pátria, uma só nação. Somos um só povo, não queiram nos dividir”, concluiu.
Agora RN

Dinheiro recuperado da corrupção poderá ser destinado à saúde

beto_tribuna
A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (7), o Projeto de Lei 2760/2015, de autoria do deputado federal Beto Rosado (PP), que determina a destinação dos recursos recuperados de esquemas de corrupção diretamente para a Saúde Pública do País.
O texto prevê a criação de uma conta no Ministério da Saúde para receber os recursos recebidos em condenações e devolução de dinheiro público desviado indevidamente. Atualmente, os recursos são depositados numa conta judicial e a destinação só é definida no final do processo.
Na operação Lava Jato, por exemplo, já foram recuperados R$ 2,9 bilhões. No entanto, a maior parte desses recursos está parada. “A melhor forma de utilizar esse dinheiro que foi roubado do povo é devolvendo para a área que mais sofre com a falta de estrutura, que é a Saúde. Por isso, é tão importante a aprovação deste projeto”, destacou Beto.

Ficou para segunda feira

temer A
À espera de um veredicto do Tribunal Superior Eleitoral para decidir se desembarca ou não do governo de Michel Temer, o PSDB adiou para o final da tarde de segunda-feira a reunião de sua Executiva Nacional. O encontro estava marcado para esta quinta-feira. Mas o partido preferiu ajustar o seu relógio ao ritmo do TSE. E o tribunal estima que o julgamento sobre a chapa Dilma-Temer pode invadir a sexta-feira.
A opção do tucanato por permanecer em cima do muro durante mais um final de semana expõe a divisão do ninho. Um pedaço do partido prega o rompimento imediato, pois avalia que a proximidade com Temer tornou-se tóxica. Outra ala concorda com o diagnóstico, mas sustenta que seria uma irresponsabilidade dar as costas para o Planalto antes da sentença do TSE. E há os quatro ministros tucanos, que hesitam em desocupar suas poltronas.

Joaquim Barbosa admite possibilidade de candidatura em 2018

Joaquim-Barbosa-Foto-Nelson-Jr-STF1
O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa admitiu nesta quarta-feira, 7, a possibilidade de se candidatar à presidência da República, embora tenha ressaltado que “ainda hesita” em relação a isso. Após solenidade, à tarde, no Supremo, quando foi descortinado o retrato dele na galeria de ex-presidentes da Corte, Barbosa disse que está refletindo sobre o assunto, não ignora as pesquisas eleitorais, já conversou com Marina Silva, da Rede, e com o PSB, mas disse não saber “se decidiria dar este passo”.
“Eu sou um cidadão brasileiro, um cidadão pleno, há três anos livre das amarras de cargos públicos, mas sou um observador atento da vida brasileira. Portanto, a decisão de me candidatar ou não está na minha esfera de deliberação. Só que eu sou muito hesitante em relação a isso. Não sei se decidirei positivamente neste sentido”, disse o ex-ministro do Supremo.

Câmara quer ouvir diretor da JBS

Em mais uma ofensiva contra o frigorífico JBS no Congresso Nacional, a Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 7, em votação simbólica, requerimento para ouvir o ex-diretor de relações institucionais da empresa Ricardo Saud. O colegiado quer que ele esclareça de que forma pagou propina a 1.890 políticos e a servidores do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES). Saud, no entanto, não é obrigado a atender ao convite.
O requerimento aprovado é de autoria do deputado Hildo Rocha (PMDB-MA), filiado ao mesmo partido do presidente Michel Temer e do suplente de deputado Rodrigo Rocha Loures (PR), ambos incriminados na delação da JBS. O pedido original solicitava apenas a oitiva do ex-diretor de crédito da Odebrecht João Nogueira para esclarecer informações prestadas por ele em delação premiada de que a empreiteira mantinha pagamentos a servidores do BNDES.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Jair Bolsonaro estará amanhã em Natal

BOLSONARO2     BSB DF  NACIONAL  JAIR BOLSONARO/SENADO   O deputado, Jair Bolsonaro ( PP RJ), no plenario do Senado, em Brasilia 11/02/12/2014. FOTO:DIDA SAMPAIO/ESTADAO
A convite da União Nordestina dos Plantadores de Cana de Açúcar em parceria com o Grupo Radar do Rio Grande do Norte, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), que é membro da Comissão da Segurança Pública da Câmara dos Deputados, estará em Natal cumprindo agenda. Bolsonaro ministrará uma palestra no dia 8 de junho, no Praia Mar Hotel, em Ponta Negra.

Delator confirma a Moro compra para o Instituto Lula

delator
Diretor do setor responsável pela distribuição de propinas da Odebrecht, Hilberto Mascarenhas confirmou em depoimento ao juiz Sergio Moro que a empreiteira pagou a compra do terreno do Instituto Lula. Ele testemunhou na tarde desta quarta (7).
Mascarenhas explica que Lula, sob o apelido de “Amigo”Antônio Palocci (Italiano) e Guido Mantega (Pós-Itália) faziam parte da planilha de pagamentos da empresa.
Os recursos para a compra do terreno não saíram do caixa 2. Eles saíram do caixa 1 da empresa”, explica. Segundo Mascarenhas, como o gasto não poderia ser justificado ele foi foi debitado na quota que Lula, Mantega e Palocci tinham na empresa.
Esses valores eram usados em diversas formas, não nos incomodávamos onde”, disse.
Segundo Mascarenhas, dos R$ 200 milhões disponíveis, foram gastos R$ 121 milhões.

Dobra o volume d’água do açude Boqueirão

boqueirão

Passados 50 dias do encontro das águas da transposição do Rio São Francisco com o espalho d’água do Epitácio Pessoa, conhecido como Açude de Boqueirão, no Cariri paraibano, o volume do manancial que recebe as águas mais que dobrou. Em 18 de abril deste ano, data do encontro das águas, Boqueirão estava com 11,9 milhões de m³ de água, que representava 2,9% do volume total, o pior índice da história. Hoje (7), o volume alcançou 5,9% da capacidade total, de acordo com a Aesa.
Os dados são da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), que registrou que Boqueirão está com 24.301.286 m³ de água. O manancial tem capacidade para armazenar quase de 411,7 milhões de metros cúbicos de água.

Ex-diretor do FBI diz que Trump pediu para que ele abandonasse investigação

donald-trump-congresso-2017-982
O ex-diretor do FBI, James Comey, afirmou hoje (7), por meio de um testemunho que ele lerá no comitê de inteligência do Senado amanhã (8), que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump teria pedido para que ele abandonasse parte da investigação sobre as relações entre seu então assessor de Segurança Nacional, Michael Flynn, e a Rússia. Flynn é acusado de ter mantido contatos frequentes com oficiais russos para influenciar o resultado das eleições norte-americanas do ano passado.

terça-feira, 6 de junho de 2017

Lava Jato espera ‘avalanche’ de delações após JBS

jbs nova
A delação dos executivos do Grupo J&F deve abrir uma nova temporada de acordos de colaboração premiada na operação Lava Jato. Investigadores e advogados esperam um crescimento no número de candidatos a colaboradores, em especial políticos e assessores, que podem ampliar denúncias contra o PT e o presidente Michel Temer.
São cerca de 15 negociações em andamento apenas em Curitiba, origem da força-tarefa que apura esquema de corrupção na Petrobras. Os ex-ministros Antonio Palocci (ex-Fazenda e ex-Casa Civil nos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, respectivamente) e Guido Mantega (ex-Fazenda de Lula e Dilma), por exemplo, podem delatar aos procuradores da Lava Jato repasses ilícitos à campanha pela reeleição de 2014, implicando PT e PMDB, que encabeçaram a chapa.
A delação da JBS, pela amplitude política de suas revelações, deve gerar uma avalanche de procura por acordos”, disse Carlos Fernando do Santos Lima, procurador regional da República da Lava Jato no Paraná. As informações são da Agência Estado.

Consumidor pode receber de volta dinheiro da luz

conta-de-luz-aumento

As empresas fornecedoras de energia elétrica de todo o Brasil estão sendo questionadas por consumidores na Justiça pelo que seria uma dupla cobrança do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) na conta mensal: sobre a energia utilizada propriamente dita e sobre a Tusd e a Tust (Tarifas de Uso do Sistema de Distribuição e de Transmissão).
Segundo as ações na Justiça, o consumidor deve pagar o ICMS somente da energia utilizada, já que o ICMS que incide sobre a Tusd e a Tust é uma despesa apenas das empresas, não de seus clientes, no caso, os usuários do sistema.
Para ajudar o consumidor a calcular quanto poderia receber de volta da empresa fornecedora de energia elétrica de sua região, em uma eventual vitória na Justiça, a Proteste Associação de Consumidores lançou um simulador on-line. Por meio do site, o consumidor acessa o simulador e insere algumas poucas informações, como valor médio gasto mensalmente com a conta de luz, o Estado em que mora e qual a empresa fornecedora de energia elétrica. Quase imediatamente surge na tela o valor aproximado do que teria sido pago a mais.

CDH debate impactos das reformas trabalhista e previdenciária nos trabalhadores do campo

6da366bb-af7a-441f-9a15-e460ca8bdc64
A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH) debateu nesta segunda-feira (05) as reformas trabalhista (PLC 38/2017) e previdenciária (PEC 287/2016) e os impactos delas nos trabalhadores do campo.
A audiência começou com a exibição de um vídeo em que o senador Paulo Paim (PT – RS) passa um dia como trabalhador de uma pequena propriedade rural. Paim, que é o vice-presidente da CDH, aceitou um desafio feito nas redes sociais pela produtora rural Juliane Schneider da Silva, da cidade gaúcha de Selback.

Energias renováveis e eficiência energética são metas para o Brasil

DBkdmOJXYAAC5fr
Em meio a danos ambientais cada vez mais aparentes no mundo, especialistas defendem o uso de energias renováveis para diminuir impactos como a emissão de gases de efeito estufa e o aquecimento global. Um dos meios para isso é a substituição do petróleo como elemento principal da matriz energética global por formas de maior eficiência, como solar e eólica. Segundo o diretor do Departamento de Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, Carlos Alexandre Pires, essa é uma das principais linhas de investimento do governo federal em geração de energia.
O Brasil tem pouco mais de 40% de sua energia gerada por fontes renováveis. Em relação à geração de eletricidade, as hidrelétricas são as principais forças, responsáveis por 64% da produção. No entanto, a matriz ainda pouco diversificada não garante segurança energética, resultando muitas vezes em problemas de abastecimento, como a crise enfrentada pelo Brasil em 2015.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

FELIPE GUERRA: Quem Foi Tonhô Pascoal ?


ANTONIO PASCOAL FILHO, conhecido por Tonhô Pascoal, nasceu no dia 17 de dezembro de 1924, no Sítio Várzea, na época encravado no município de Apodi, e hoje no município de Felipe Guerra/RN, filho de Antonio Pascoal da Costa e de Cecília Marques de Souza. Ficou órfão do pai e passou como filho de maior idade, a ser o responsável pela casa juntamente com 14 irmãos, sendo 10 homens e 4 mulheres.     

Trabalhava na agricultura familiar e no período do verão costumavam fazer o corte de palhas onde passavam  180 dias acampados com toda família em uma grande barraca no centro do carnaubal.
                      
Estudou na  Isolada do Sítio Rosário com a  professora Abigail Feitoza, onde estudou até o 5º ano primário, já depois de adulto. 

Em 22 de novembro de 1965, casou-se com a professora comunista Abigail Feitoza Pascoal que o incentivou a enveredar na política, sempre fiel ao grupo político do Dr Eilson Gurgel,  lider do recém criado município de Felipe Guerra(antiga Pedra de Abelhas). Desse matrimônio tiveram 06 filhos: Francisco Ubirajara Feitoza Pascoal, Francisco Ubiracy Feitoza Pascoal, Francisco Uerbet Feitoza Pascoal, Francisco Feitoza Sobrinho, Júlia Cecília Feitoza Pascoal e Jacira Cristine Feitoza Pascoal, e e mais outros 10 que vieram estudar e foram criados como filhos por Dona Abigail e Seu Tonhô.

Quando sua esposa faleceu em 17 de outubro de 1977, foi um verdadeiro  herói criando os filhos sozinho, todos com honra e responsabilidade.

Foi o primeiro membro da família Pascoal a ser político, depois teve seu irmão Raimundo Pascoal, que foi vereador, vice-prefeito e prefeito por duas vezes do município de Felipe Guerra.Atualmente temos os vereadores Ubiracy e Ronaldo Pascoal(filho de Raimundo) exercendo mandato legislativo, que fora iniciado por Tonhô Pascoal, em uma época que vereador nem provento recebia.

Em  15 de novembro 1964, ingressou na política felipense ao ser eleito vereador pelo Partido Social Progressista(PSP) com 67 votos, tornando-se o 4º mais votado naquele pleito. Foi empossado no cargo em 31 de janeiro de 1965.

Em  15 de novembro de 1968 foi reeleito com 55  votos pela Aliança Renovadora Nacional(ARENA). Tomou posse  no dia 31 de janeiro de 1969, concluindo o mandato em 1973.

Na eleição de 1972, disputou novamente o cargo de vereador de Felipe Guerra, obteve 81 votos,  mas não foi eleito, ficou na 1º suplência.

Na eleição municipal de 15 de novembro de  1976,   foi eleito  pela ARENA com 108 votos como o segundo mais votado,   para o terceiro mandato de vereador, tomando posse em 31 de janeiro de 1977, permanecendo no cargo até 1982. Foi Vice-Presidente da Câmara Municipal de Felipe Guerra.

No ano de 1982, disputou novamente uma vaga na Câmara Municipal, desta vez pelo Partido Democrático Social(PDS), tendo obtido 112 votos, ficando na 2º suplência  da coligação.

Seu Tonhô era um homem muito simples, costumava  tratava as pessoas como "belezinha", foi o vereador que fazia estradas desde o Sítio Rosário até  "Pedra de Abelhas" com as próprias mãos, era em uma carroça que prestava assistência quando alguém adoecia.

Após deixar a política, passou a dedica-se a família. Antonio Pascoal Filho faleceu em sua terra natal, no dia 05 de junho de 2005, aos 80 anos de idade, vítima de problemas cardíacos. 

Fonte: Tudo de Felipe Guerra

Fachin: prisão de Loures barra atuação de organizações criminosas

fachin
Na decisão em que mandou prender o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin destacou, entre os motivos para a medida, participação do ex-assessor especial do presidente Michel Temer em organização criminosa.
Fachin apontou a “regularidade de imposição de prisão preventiva para interromper a atuação de organizações criminosas”.

Sérgio Moro e advogado de Lula discutem durante depoimento de Pedro Corrêa na Lava Jato

Sem-título
Cristiano Zanin Martins, um dos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e o juiz federal Sérgio Moro – que é o responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância – discutiram durante a audiência realizada na manhã desta segunda-feira (5).
O bate-boca começou quando o advogado quis fazer uma pergunta ao ex-deputado do Partido Progressista (PP) Pedro Corrêa, ouvido nesta manhã como testemunha de acusação por videoconferência com Recife (PE). Veja no vídeo acima.
“O senhor vai negar que a testemunha responda a essa questão?”, perguntou Cristiano Zanin Martins. O advogado queria saber se Pedro Corrêa confirmava uma afirmação feita em outro depoimento.
Anteriormente, o ex-deputado havia relatado que, quando chamando pelo Ministério Público Federal (MPF), em setembro de 2016, lhe foi informado de que estariam faltando alguns aspectos e, por isso, ele queria colaborar e testemunhar.

Dois ministérios de Lula incluídos no esquema de propina

O Ministério Público Federal (MPF) incluiu entre os órgãos dados pelo governo Lula ao PP e ao PMDB, no esquema de arrecadação de propinas, os ministérios da Saúde, das Minas e Energia e a diretoria comercial do Instituto de Resseguros do Brasil (IRB). A informação faz parte do documento de alegações finais apresentado pelos procuradores da Lava-Jato ao juiz Sergio Moro, na ação em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é acusado de receber benefícios ilícitos da empreiteira OAS, que era contratada da Petrobras e repassaria propina aos partidos políticos.
Segundo o documento do MPF, além da diretoria de Abastecimento da Petrobras, o governo Lula entregou ao PP, em troca de apoio parlamentar no início do primeiro mandato, em 2003, a diretoria comercial do Instituto de Resseguros do Brasil (IRB) e a secretaria de Ciência e Tecnologia. Ao PMDB, coube a liderança do governo no Congresso, a Embaixada do Brasil em Portugal e a presidência da Transpetro. O documento diz que, depois do mensalão, com o PP enfraquecido e com vários de seus líderes condenados, o PT teria buscado apoio do PMDB para superar a crise de governabilidade, com a redistribuição de cargos e a concessão do Ministério de Minas e Energia ao partido.

Enquanto o aeroporto de Mossoró continua interditado, o de Aracati já está com inspeção para liberar voos

IMG_4773
Terminais aéreos vizinhos,mas com realidades distintas. Enquanto o aeroporto de Mossoró continua interditado, o de Aracati, interior cearense, já ultima os preparativos para os voos regionais.
O Aeroporto Regional de Aracati passará por mais uma etapa de homologação de terça-feira, 6, a quinta-feira, 8. O Grupo Especial de Inspeção em Voo (Geiv) da Força Aérea Brasileira (FAB) realizará procedimentos de aproximação e pouso para testar os equipamentos de aviação do aeroporto.
Por Anna Ruth

Justiça nega pedido de prisão de Garotinho

garotinho

A Justiça Eleitoral negou nesta segunda-feira o pedido de prisão do ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho. O juiz Glaucenir Silva de Oliveira, da 129ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, norte fluminense, disse na decisão que não há fundamento para decreto da prisão. O juiz ressaltou, porém, que, “por suas palavras e suas manifestações, o réu poderá ser acionado na Justiça por quem se sentir ofendido, possibilitando inclusive instauração de ação penal”.
O pedido de prisão foi feito na última sexta-feira (2) pelo Ministério Público do Rio, com a alegação de que o ex-governador usava o blog pessoal para coagir testemunhas da Operação Chequinho, que investiga um suposto esquema de compra de votos em Campos dos Goytacazes, reduto eleitoral de Garotinho.

domingo, 4 de junho de 2017

FELIPE GUERRA: Secretário e vereadores participam de competições em comunidades rurais.


Na tarde deste domingo (04), a comunidade rural de Arapua, município de Felipe Guerra realizou mais um eletrizante jogo do campeonato municipal. Confronto das equipes de Barrajão X Brejo animaram a tarde, entre os presentes estavam o secretário municipal de Desenvolvimento econômico, turismo e eventos; ex-vereador Luiz Agnaldo; O Coordenador da União dos Vereadores no RN-(UVERN), vereador Ubiracy Pascoal (PR); e o vereador Genilson(PSD).

RESULTADO:

O Jogo foi para os penaltis, aonde a equipe do Barrajão levou a melhor.




Senado tem poder para sustar processo contra Aécio

IMG_4666
Em 2001, o então presidente da Câmara Aécio Neves (PSDB-MG) promulgou emenda à Constituição que retirou do Congresso a prerrogativa de autorizar o Supremo a processar deputados e senadores. Dezesseis anos depois, a medida moralizadora pode ajudar a acelerar a condenação do tucano, denunciado ontem pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Basta o STF aceitar a denúncia para Aécio virar réu sem qualquer interferência do Congresso. O Senado, contudo, se quiser, pode sustar o processo até o fim do mandato dele.
Se a denúncia for recebida pelo Supremo, a Corte precisa dar ciência ao Senado. A partir de então, qualquer partido político com representante na Casa pode apresentar projeto para suspendê-la somente até 2018.

Lindbergh Farias (O Lindinho) perdeu para Gleisi

lindinho
Sob forte intervenção do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o PT elegeu neste sábado (3) a senadora Gleisi Hoffmann (PR) para a presidência do partido.
Ministra do governo Dilma, Gleisi virou ré na Operação Lava Jato sob suspeita de ter recebido R$ 1 milhão do esquema de corrupção da Petrobras.
Na noite deste sábado, Lula procurou dirigentes de correntes minoritárias para que apoiassem a candidatura de Gleisi contra o senador Lindbergh Farias.
Nas conversas, Lula defendeu o nome de Gleisi como fundamental para a unidade partidária. As informações são da Folha de São Paulo.

Nem lembranças

geraldo melo rezando

Me sinto muito honrado de ouvir esses comentários, e muito agradecido pela lembrança, mas acho que não está realmente nos planos de ninguém (essa possibilidade). Não creio que esteja nos planos de ninguém”.
Do ex-senador Geraldo Melo sobre comentários (…???… quem comentou?) de uma possível pré candidatura dele ao governo do Estado em 2018.
Está mais do que certo. Nem lembranças.

Justiça determina que Gentili apague vídeo sobre Maria do Rosário

danilo
O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul determinou que Danilo Gentili apague o vídeo em que aparece rasgando e colocando dentro das calças uma notificação extrajudicial enviada pela deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). A notificação pedia que o apresentador do SBT apagasse publicações em que falava da deputada e de sua filha, menor de idade.
A decisão é do desembargador Túlio Martins. Em nota publicada no site do TJ-RS, ele afirma que o vídeo tem natureza misógina e que a deputada foi agredida e humilhada. “Constata-se que, a princípio, o conteúdo apresentado naquilo que seria um vídeo humorístico em verdade não é notícia, nem informação, nem opinião, nem crítica, nem humor, mas apenas agressão absolutamente grosseira marcada por prepotência e comportamento chulo e inconsequente”, disse.

Com candidatos cassados, 6 municípios elegem prefeitos neste domingo

Eleitores de seis municípios, em cinco estados, vão às urnas para eleger novos prefeitos e vices em eleições suplementares. O pleito suplementar é necessário nos casos em que os candidatos mais votados na última eleição tiveram os registros de candidatura cassados pela Justiça Eleitoral. Ao longo do ano, outros municípios também passarão pelo processo, de acordo com o calendário do TSE.

Os seis municípios estão localizados em cinco estados: Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará e Tocantins.
De acordo com as regras, o eleitor que deixar de votar poderá justificar a sua ausência no prazo de 60 (sessenta) dias, por meio de requerimento a ser apresentado em qualquer Zona Eleitoral.

Cláudia Regina vê situação delicada com gestão Rosalba

Cláudia
Como a senhora analisa os primeiros cinco meses da gestão de Rosalba Ciarlini (PP)?
Atualmente vejo com preocupação a situação que vivenciamos em nosso município.
Uma gestão pública eficiente e eficaz que atenda os anseios e necessidades da população, precisa ter Planejamento Estratégico,  Controle dos gastos públicos, Transparência nos atos, Parcerias públicas/privadas e Participação Popular.
A ausência da utilização de alguns destes mecanismos agrava consideravelmente o quadro da gestão pública municipal.
Como exemplo,temos a violência numa crescente constante, vitimando principalmente os jovens, que, sem perspectivas , enveredam para o caminho das drogas e da contravenção. O poder público precisa urgentemente criar um Programa direcionado a Juventude, com ações integradas  proporcionando arte, cultura, lazer, capacitação e inserção no mercado de trabalho. Para isso, necessário se faz, utilizar todos os mecanismos de gestão acima citados.
Foi lançando mão desses mecanismos de gestão, que consegui quando gestora em 2013, trazer para Mossoró a A&C, empresa que emprega três mil famílias. Digno de registrar, que de lá pra cá já são quatro anos sem um novo empreendimento na nossa cidade.
Em tempos de crise, ai é que precisamos mesmo ser proativo!
Pergunta do blogue de Carlos Santos a ex-prefeita Cláudia Regina.

Eleição indireta não tem favorito óbvio, diz Datafolha

Pesquisa feita pelo Datafolha com 311 dos 594 parlamentares aptos a votar em uma eleição indireta aponta que 61% deles não citam espontaneamente um candidato à Presidência para o caso de saída de Michel Temer (PMDB) do cargo.
Outros 15% rejeitaram falar sobre a hipótese, somando assim 76% de parlamentares sem candidato à mão.
Os dados dão materialidade à avaliação majoritária entre partidos que apoiam e combatem o presidente, que está sob forte pressão após ter sido atingido pela delação dos irmãos controladores da JBS: Temer tem resistido à crise porque não existe consenso sobre quem o substituiria até a eleição do ano que vem.
Para 47% dos ouvidos, Temer deveria deixar o cargo. Dessa parcela, 36% defendem renúncia, 34% cassação no Tribunal Superior Eleitoral e 6%, impeachment. Já 40% dizem que o peemedebista tem de ficar.